Criador da Amazon Jeff Bezos, conheça parte da trajetória do homem mais rico do planeta

0
439
Jeff Bezoz - Fundador da Amazon, homem mais rico do planeta.

Jeff Bezos volta a ser homem mais rico do mundo, ultrapassando fortuna de Elon Musk

Jeff Bezos é o empresário responsável por lançar e por presidir a Amazon e o dono do The Washington Post, um dos jornais com maiores circulação dos Estados Unidos. Hoje, Bezos é o homem mais rico do mundo – e também da história moderna.

Trajetória de Jeff Bezos

Nascido na cidade de Albuquerque, no Novo México (Estados Unidos), Jeffrey Preston Bezos formou-se em engenharia elétrica e ciência da computação na Universidade de Princeton.

Começou a carreira a carreira profissional trabalhando na área de informática, no Walmart. Atuou na empresa entre os anos de 1986 até 1994.

A história da Amazon surgiu após essa experiência. Atualmente a maior empresa de comércio online do mundo, Jeff Bezos criou a Amazon na própria garagem.

O facilitador para a criação da Amazon foi uma decisão do Supremo Tribunal dos Estados Unidos na época: empresas de pedidos por correspondência estavam isentas de pagar impostos sobre vendas nos estados onde não tinham sede física.

Com a ajuda dos pais, que investiram o dinheiro que tinham na empreitada do filho, Bezos começou a Amazon vendendo livros.

A Amazon cresceu rápido: em 1999, por exemplo, fechou o ano com vendas superiores a US$ 1,6 bilhão – superando os planos de Bezos, que previa valores tão expressivos para tempos depois.

Muito do sucesso de Amazon é creditado a atenção que Bezos dá aos detalhes sobre tudo que envolve suas empresas.

Ele também transformou a maneira como as pessoas com consomem livros ao lançar o e-reader Kindle.

Além das vendas, que hoje são de qualquer tipo de produto, a Amazon, por meio do Amazon Web Services, tem o maior sistema de armazenamento de informações na nuvem.

Diversificação dos negócios

Em 2006, uma empresa até então escondida de Bezos foi revelada: a Blue Origin, lançada em 2000, especializada em voos espaciais.

Fascinado pela temática, a ideia de Jeff ao criar a Blue Origin, situada no Texas, era pesquisar (e criar) colônias para que humano vivam além da órbita terrestre.

E testes já foram feitos desde então. Tanto que, um dos planos da companhia, é reenviar o homem até a Lua em 2023.

Parte das ações comercializadas da Amazon é para financiar os projetos da Blue Origin.

O tradicional jornal norte-americano The Washington Post, lançado em 1877, foi adquirido por Jeff em 2013.

Já eleito o um dos melhores líderes dos Estados Unidos e uma das pessoas mais influentes do mundo pela Times, Jeff Bezos investe em diversas empresas.

Para isso, conta com a Bezos Expeditions, especializada em capital de risco.

Ele foi, por exemplo, um dos primeiros acionistas do Google, em 1998. Além de Uber, Twitter, Airbnb e Business Insider, entre outras dezenas de empresas.

Atualmente, Jeff Bezos é o homem mais rico do mundo, com mais de US$ 181 bilhões.

Fonte: Info Money