quinta-feira, dezembro 1, 2022

Dupla Cleber e Cauan faz show durante casamento em SC e pede desculpas por aglomeração

A dupla sertaneja Cleber e Cauan pediu desculpas após um vídeo viralizar nas redes sociais mostrando a apresentação dos cantores em um casamento na cidade de Balneário Camboriú, no Litoral Norte, na sexta-feira (12). Nas imagens, é possível ver os músicos aglomerados junto aos convidados, que não estavam de máscaras. (veja mais abaixo)

Em agosto, o cantor Cauan foi internado e ficou em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) por causa da Covid-19. Ele chegou a ter 75% de comprometimento das funções dos pulmões.

Em um comunicado, a assessoria de imprensa informou que os cantores foram contratados há mais de um ano e o evento foi autorizado. No entanto, a dupla afirmou que errou e se solidarizou com os casos de coronavírus no Brasil.

A fiscalização esteve no local no início da noite e não multou o estabelecimento, já que no momento da visita as normas sanitárias estavam sendo cumpridas. O decreto estadual autoriza eventos sociais de qualquer natureza, como casamentos, de segunda a sexta-feira. A restrição é o horário – na sexta-feira, até 23h – e o público, limitado a 25% da capacidade.

A Polícia Militar informou que foi até o local no início da noite, por volta das 19h30, e constatou que havia cerca de 60 pessoas sentadas em mesas e com espaçamento conforme determinam as regras. O salão usado para abrigar o evento tem capacidade para até 600 convidados.

Mesmo assim, os agentes orientaram os convidados e o dono do espaço para que o evento fosse encerrado por conta do decreto estadual que entraria em vigor a partir das 23h.

A prefeitura da cidade também foi ao local, às 22h30, e o evento já havia sido encerrado. Segundo a assessoria de comunicação da cidade, apenas noivos e poucos convidados hospedados estavam no local no momento da visita dos fiscais.

Covid-19 em Santa Catarina

 

O território catarinense tem também 728.567 pacientes que se infectaram com a Covid-19. Desde março, 8.615 pessoas que perderam a vida no estado por complicações da doença. Todas as 16 regiões do estado estão com o nível gravíssimo para o vírus há três semanas. Ao menos 356 pacientes esperam por uma vaga de leito em Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Fonte: G1

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
- Advertisment -
- Advertisment -
- Advertisment -