quinta-feira, dezembro 1, 2022

Jovem usou veneno de rato antes de matar tia com facadas, diz polícia

Investigações da Polícia Civil apontam que antes de matar Maria Antonieta de Souza Abreu, 38 anos, com facadas e golpes de panela, sua sobrinha, de 14 anos, teria dado veneno de rato para a vítima. A mulher foi morta na noite de segunda-feira (24/1) na cidade de Feijó, no interior do Acre.

A descoberta ocorreu após análise feita no celular da jovem. A exumação do corpo da vítima foi solicitada pela polícia, que aguarda o laudo da perícia para comprovar se houve envenenamento.

Segundo o delegado, o uso do veneno foi confirmado pela sobrinha, que disse ter usado em pouca quantidade.

“Nas mensagens têm tudo: que ‘vai matar’, que ‘deu veneno, mas foi pouco’ e outras coisas. Dentro da bolsa, estava o veneno”, destacou o delegado responsável pelo caso ao Portal G1.

Crime e confissão

Segundo a polícia, a adolescente teria tentado matar primeiro o primo, de apenas 10 anos. Como não conseguiu, trancou ele num quarto para matar a tia. Após o crime, a menina saiu de casa e, cerca de uma hora depois, apresentou-se no quartel da polícia e confessou o que tinha feito.

A polícia acredita que o crime pode ter sido planejado, já que um diário com anotações sobre a intenção da sobrinha foi achado.

“Havia uma relação harmônica entre as partes e o que chama a atenção é o planejamento da adolescente. O crime não foi impulsivo, um ataque. Foi algo planejado. Tem um diário que ela escrevia e deixava claro que iria fazer isso. Era uma relação tranquila, mais do que tia e sobrinha, isso sempre foi muito nítido”, afirmou o delegado.

via: metropoles

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
- Advertisment -
- Advertisment -
- Advertisment -