InícioACREAcre segue com tendência de alta nos casos de síndromes respiratórias, alerta...

Acre segue com tendência de alta nos casos de síndromes respiratórias, alerta Fiocruz

O Acre segue entre os estados com sinal de crescimento nos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) na tendência de longo prazo ou seja, nas últimas seis semanas. O dado é do Boletim InfoGripe divulgado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) nessa quinta-feira, 23, e corresponde à semana epidemiológica 20, que vai de 12 a 18 de maio.

O estudo utiliza dados inseridos até o dia 20 de maio no Sistema de Informação de Vigilância Epidemiológica da Gripe (Sivep-Gripe).

Além do Acre, outros 14 estados apresentam sinal de crescimento das síndromes respiratórias. Entre eles: Alagoas, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro, Rondônia, Roraima, Santa Catarina e Sergipe.

Conforme o estudo, da SRAG no país é decorrência fundamentalmente dos vírus VSR, Influenza A e rinovírus.

“A tendência observada em relação à COVID-19 se mantém em estabilidade em patamares baixos. A manutenção do crescimento do vírus Influenza faz com que já seja o principal vírus identificado nos óbitos recentes de SRAG”, diz o estudo.

 Rio Branco também está entre as capitais com sinal de crescimento nos casos de síndromes gripais.

 

Por: A Gazeta do Acre

+ LIDAS

Proclamação da República.

+