PM apreende mais de 11 quilos de cocaína em caminhão na BR 317

0
34

Operação Umiferum do BOPE resulta em grande apreensão de drogas com apoio da Companhia de Policiamento com Cães

Durante a Operação Umiferum, realizada nesta terça-feira, 28, a Companhia de Policiamento com Cães (CPCães) do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar do Acre (PMAC) apreendeu mais de 11 quilos de cocaína em um caminhão que trafegava pela BR 317, na altura da “Curva do Alemão”, em Capixaba.

Os militares deram ordem de parada ao veículo. No entanto, antes da abordagem, um passageiro pulou da cabine e fugiu pela mata, despertando suspeitas adicionais. Durante a busca veicular, realizada com a ajuda do cão Taurus, especialista em narcóticos, foram encontrados 11 tabletes de cocaína escondidos em uma mochila, totalizando 11,9 quilos. O motorista do caminhão informou que a bagagem pertencia ao passageiro que fugiu.

A apreensão é resultado de um trabalho contínuo e focado na repressão ao tráfico de drogas na região. A Operação Umiferum, nome dado à ação policial, visa intensificar a fiscalização e o combate ao narcotráfico nas rodovias do estado, utilizando técnicas avançadas e o apoio especializado de cães treinados.

A droga apreendida foi encaminhada à delegacia local, onde a Polícia Civil dará continuidade às investigações para determinar a origem e o destino dos entorpecentes. As autoridades também estão à procura do passageiro que fugiu, suspeito de ser o responsável pelo transporte da cocaína.

A assessoria de comunicação da PMAC destacou a importância da cooperação entre as diferentes unidades policiais e o papel fundamental dos cães treinados na identificação de substâncias ilícitas. “A Operação Umiferum é uma demonstração clara da nossa dedicação em combater o tráfico de drogas e proteger nossa comunidade. O trabalho conjunto entre nossas equipes e os cães farejadores é essencial para o sucesso de ações como esta”, afirmou um porta-voz da PMAC.

Este episódio reforça o compromisso da Polícia Militar do Acre em intensificar a vigilância nas principais vias de acesso do estado, garantindo maior segurança para a população e dificultando as atividades do tráfico de drogas. A apreensão de drogas e a fuga do suspeito são mais um alerta sobre a persistência do tráfico na região e a necessidade de operações contínuas e rigorosas.