domingo, fevereiro 5, 2023

Vacina contra HIV tem estudo descontinuado por ineficácia

A Johnson & Johnson decidiu encerrar um estudo global para o desenvolvimento de uma vacina contra o vírus HIV após os resultados mostrarem a ineficácia da fórmula na prevenção da doença.

Iniciada em 2019, a pesquisa contou com cerca de 3,9 mil homens que se declaravam gays e transgêneros, grupos considerados mais vulneráveis ​​à infecção. De acordo com a empresa, o imunizante não foi capaz de gerar anticorpos neutralizantes suficientes para proteger os participantes contra o vírus.

O ensaio clínico foi feito com dois tipos diferentes da vacina de vetor viral – que usa um vírus comum de resfriado para levar o código genético do HIV até o alvo.

“Infelizmente, não é o resultado que esperávamos. O desenvolvimento de uma vacina segura e eficaz contra o HIV tem sido um desafio científico considerável, mas aprenderemos com este estudo e continuaremos adiante”, disse um porta-voz do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas (NIAID), parceiro da J&J no estudo.

A decisão de interromper a pesquisa foi comunicada na quarta-feira (18/1).Fita vermelha, símbolo do Dia Mundial da Luta Contra a Aids

O encerramento ocorre um ano e cinco meses depois de a empresa desistir de um estudo semelhante para o desenvolvimento de outra vacina contra o HIV.

(Com informações da agência Reuters)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
- Advertisment -
- Advertisment -
- Advertisment -